terça-feira, 3 de maio de 2011

Luto

Era costume, acordar e ler as postagens dela, sempre inteligentes, bem humoradas, otimistas diante da doença que a 5 anos a perseguia.
Ontem ela se foi. Eliane Furtado, jornalista, mas acima de tudo uma guerreira, uma titã diante dessa luta que também eu faço parte.
Hoje, mal humorada, por ter que ficar na cama a dias, por causa da quimio e uma gripe, fui procurar por um post dela, que a dias não fazia, que alegria ver que havia, mas que triste ver que era a noticia a qual nenhuma de nós queria ler. Lili se foi. Coincidência ou não, seu companheiro Akita Shiro, morreu um dia antes, como que para não ver sua partida, ou para chegar antes e deixar tudo pronto a sua dona.


Brava guerreira, durante os últimos 5 anos Eliane nos mostrou o que é ser forte. Forte de verdade! Como só os grandes guerreiros são diante de um inimigo poderoso e cruel.

Gonçalves Dias escreveu e Eliane adorava recitar:

“Não chores, meu filho;
Não chores, que a vida
É luta renhida:
Viver é lutar.
A vida é combate,
Que os fracos abate,
Que os fortes, os bravos
Só pode exaltar.”...




Que Deus a acolha e que os familiares e amigos sejam acalentados nesse momento de dor.


o blog dela
http://sentencaourenovacao.blogspot.com/


entrevista ao Oncoguia
http://www.oncoguia.com.br/site/interna.php?cat=65&id=612&menu=6

2 comentários:

  1. Santo Agostinho.

    Reza,sorri, pensa em mim, reza comigo. Não estou longe.
    Somente estou do outro lado do caminho. Já verás, tudo está bem. Redescobrirás o meu coração e nele redescobrirás a ternura mais pura.
    Seca tuas lágrimas e se me amas, não chores mais."

    ResponderExcluir

Obrigada por contribuir.